Arquitetura de Interiores

Gostou? compartilhe!

A arquitetura de interiores envolve um conjunto de normas, nas quais estão aspectos como ergonomia, luminotécnica, acústica e térmica, que devem ser implantados no interior de ambientes comerciais, corporativos ou residenciais. Além disso, elas sempre estão ligadas às necessidades do espaço disponível e dos grupos que irão compor esse ambiente.

Atendendo a exigência do cliente para determinado ambiente, a arquitetura de interiores tem um papel essencial em projetos para escritórios, por exemplo, pois quando bem elaborada, pode influenciar na produtividade dos colaboradores bem como em sua rotina.

Abaixo estão os aspectos que devem ser levados em consideração nas arquiteturas de interiores:

  • Layout: Nesse aspecto do projeto de arquitetura, deve ser pensado a distribuição dos móveis e dos materiais dentro dos espaços para movimentação. O layout precisa ser planejado para oferecer um boa interação e comunicação entre os colaboradores, levando até mesmo ao aumento do bem estar. A arquitetura também pode planejar um ambiente específico de interação, como um lounge, uma sala ou uma copa.
  • Ergonomia: Ela oferece mais conforto ao ambiente, ou seja, a ergonomia influencia no foco e na produtividade das pessoas. A escolha da iluminação e dos móveis deve ser estruturada também em termos ergonômicos e não apenas visuais – todos precisam ter funções e se adequar à proposta de um projeto de arquitetura de ambientes.
  • Economia: O layout pode aproveitar um melhor uso da luz natural, diminuindo a utilização de energia elétrica. A escolha dos móveis e revestimentos também afeta nos custos financeiros, por isso, optar pelos móveis que oferecem um melhor custo-benefício é sempre uma das melhores opções. Também é importante pensar em longo prazo, pois questões que envolvem sustentabilidade não servem apenas para se ter um boa imagem para com a sociedade, mas elas geram economia para os negócios.
  • Imagem: Uma combinação entre marcas, cores e detalhes deve existir para que o cliente entenda rapidamente a mensagem que o ambiente deseja passar. Os revestimentos de pisos e paredes não devem ser apenas esteticamente bons, eles devem estar em harmonia com a proposta do local, devem ser planejados no tratamento/isolamento térmico e acústico, pois a junção de tudo isso torna-se a porta de entrada do ambiente.
  • Acima de qualquer coisa a arquitetura de interiores deve entender a empresa, casa ou comércio e entenda as utilidades de comunicação do negócio para que o projeto tenha sucesso.

Pricila Dalzochio

O escritório desenvolve e executa projetos para apartamentos, residência, lojas, escritórios, hotéis e indústrias. O atendimento é feito para clientes particulares, construtoras e incorporadoras.

A equipe de profissionais qualificados tem como foco projetos de interiores residenciais, comerciais, corporativos e empreendimentos imobiliários. Entre em contato com o escritório e saiba mais sobre projetos de arquitetura de ambientes.